CARREGANDO
Bom dia | quarta-feira, 22 de maio de 2024

APRESENTAÇÃO

Em meados de 1900, inúmeras famílias já habitavam nos rincões do território Eugênio Castrense. Iniciava-se a partir daí o processo imigratório europeu na região. O marco inicial onde localiza-se o atual povoado ocorreu a partir de 1920, com a fixação residencial de Eugênio de Castro (do qual se originou a denominação) que aqui radicado iniciou as atividades comerciais. Oriundo do Município de Ijuí, pouco tempo depois se casou com Alzira Mousquer Teixeira, natural de Coxilha Bonita, local próximo, de família tradicional na comunidade. Sua residência estava localizada onde atualmente forma-se a esquina entre as ruas Alzira de Castro e João Göergen, situadas a 1.500 metros ao oeste do rio Ijuizinho, entre os afluentes, riachos Marmeleiro e Verdun. 1943 – Eugênio de Castro morre tragicamente em acidente automobilístico. Em 20 de janeiro, no atual Bairro Haller, antiga estrada que dava acesso a Santo Ângelo. 1955 – É oficializado o distrito de Eugênio de Castro. Através da Lei Municipal nº. 32, de 11 de outubro de 1955, decretada e promulgada pelo Presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Santo Ângelo, Severino Verri, ocorreu a criação do Distrito de Eugênio de Castro. Em 29 de abril de 1988, Eugênio de Castro é emancipado, através pela Lei Estadual nº. 8.582.

IR AO TOPO ▲ ◄ VOLTAR UMA PÁGINA
VER MAIS