CAMINHO DAS MISSÕES JESUÍTICAS-GUARANIS INICIA NOVO ROTEIRO EXPERIMENTAL NO PARAGUAI
21 de Agosto de 2018

 

Nesta segunda-feira, 20, um momento histórico e muito marcante aconteceu em San Ignacio Guazú – Paraguai, com o início da 1º Caminhada Experimental “Missões Paraguai”, com a rota internacional do Caminho das Missões Jesuítico-Guarani, sendo considerado um movimento de integração entre paraguaios, brasileiros e argentinos. A caminhada partiu da frente do Templo de San Ignacio Guazú, após cerimônia de entrega pelo intendente local, Carlos Jorge Afora, do cajado e amuleto aos peregrinos que então seguiram rumo a Santa Maria de Fé.

Durante o trajeto, os caminhantes farão um roteiro conhecendo a rica história missioneira, começando pelo Museo Diocesano, de arte barroco Jesuítico-Guarani, e seguindo para os seguintes monumentos históricos e sítios arqueológicos: Museo (casa indígena), Cruz de origem, Praça e Museo de Arte Sacra, Hidroelétrica de Yacyretá, Sitio Arqueológico de San Cosme e Damián, Patrimônio Cultural da Humanidade (Santísima Trinidad) com espetáculo de som e luz, entre outros até chegarem ao seu destino final, San Ignacio Mini na Argentina.

A rota que será feita por eles traz uma imensurável e rica história da humanidade, proporcionando aos peregrinos uma viagem no tempo, levando-os a conhecer as origens do povo e terra missioneira.

AMM APOIA PROJETO TURÍSTICO

A associação dos Municípios das Missões esteve presente na cerimônia de início da Caminhada, em San Ignácio Guazú, representada pelo presidente, Paulo Peixoto, o prefeito e diretor do Detur, Ricardo Klein, e pelo prefeito de Entre-Ijuís, Brasil Sartori, que participaram da abertura, e manifestaram apoio ao projeto cultural, desenvolvido pelos empresários do setor turístico, Romaldo Melher e Marta Benatti.

O Prefeito, Brasil Sartori, um dos apoiantes do plano, destacou o quanto essa integração é importante para a proliferação da história jesuítica-guarani para o povo sul-americano e de todo o mundo, e ressaltou o reconhecimento especial aos peregrinos, responsáveis pelo crescimento do turismo regional.

Durante a visita a San Ignácio Guazú, as autoridades presentes e o grupo de caminhantes, foram recebidos no Museo Diocesano, onde puderam conhecer a arte barroca espetacular Jesuítica-Guarani, e ainda assistiram uma belíssima apresentação do coral municipal.

O projeto turístico em desenvolvimento já é considerado um grande marco para a história das Missões, embora a caminhada ainda seja experimental, a expectativa é que a mesma seja um grande sucesso, se consolidando como mais um roteiro turístico para os futuros visitantes.

Por Kerly Nasser

Mais notícias